Você está em comida japonesa.

Não se engane com a comida japonesa

outubro 27, 2017 in Notícias

A comida japonesa acabou se tornando uma ótima opção para quem segue a dieta à risca, mas quer variar o cardápio de vez em quando. Afinal, ela é rica em proteínas e carboidratos de qualidade (peixes variados, arroz, legumes, etc). Acontece que muita gente acha que só porque a comida japonesa é considerada supersaudável, ela não representa uma quebra de dieta. Se o consumo for só de peixes e legumes, tudo bem, o problema está nas frituras, açúcar e sódio de alguns alimentos e molhos.

Podem aumentar de 150 a 180  calorias na refeição.

Uma colher de sopa de shoyo pode ter 1.400 mg de sódio. Quase o recomendado POR DIA, que é de 2.000 mg.

Os molhos agridoces têm açúcar em sua composição, o sonomono contém açúcar em seu preparo e o arroz japonês tem mais açúcar que o normal.

A dica é preferir os sashimis, que são as fatias de peixe crú, sem adição de nada.

Varie sua refeição, sem exageros.

Além de manter uma alimentação saudável,
aproveite e veja como as cintas modeladoras, faixas
e calcinhas do site https://www.seumodeladoryoga.com.br/
podem trazer benefícios a você.

Shimeji fit em 5 minutos

outubro 19, 2017 in Receitas

Tá chegando a hora do almoço e você não aguenta mais comer aquelas mesmas coisas da dieta? Bom, a notícia ruim é que: DIETA É DIETA. Os elementos do seu prato podem não variar tanto, mas o modo como você os prepara, sim! Por isso muita gente corre para um restaurante japonês. Lá, apesar de termos que ter cuidado com os condimentos e modo de preparo de algumas coisas, é uma opção aceitável por compor um prato basicamente feito de carboidrato e proteína de qualidade. Além da apresentação da comida, que abre o apetite de qualquer um.

Quando eu vou, peço shimeji aos montes! O bom dele é que ele tem baixo valor calórico, contém vitaminas, fibras e minerais e tem alto teor proteico. Mas, o que muita gente não sabe, é que no preparo do shimeji vai manteiga e açúcar, além do shoyo, que contém bastante sódio. Então, decidi fazer minha própria versão do shimeji, de uma forma mais saudável.

Aprenda a seguir.

INGREDIENTES:

  • 1 bandejinha de shimeji (+/- 200g);
  • PAM (“óleo dos marombeiros”);
  • 3 colheres de sopa de shoyo light (aquele verdinho);
  • Um pouco de água;
  • 2 colheres de adoçante forno e fogão;
  • 1 pitada de sal;
  • Cebolinha à vontade;

PASSO A PASSO:

1. Lave os shimejis e separe-os com as próprias mãos.

2. Espirre o PAM numa frigideira mais funda e deixe-os “fritar” por 3 minutos.

3. Acrescente o shoyo, o adoçante, um pouquinho de água (no olho mesmo) e o sal.

4. Jogue a cebolinha, já picada, por cima e tampe a panela por, mais ou menos 2 minutos. Deixe cozinhar um pouquinho. Prove para ver se a quantidade de tempero agrada seu paladar. Caso não, acrescente mais um pouco de algum dos ingredientes até ficar satisfeita (o).

Desligue o fogo e aproveite seu shimeji fit!

Além de uma alimentação saudável, você quer uma ajuda extra para ficar bem nas roupas? Acesse https://www.seumodeladoryoga.com.br/ e conheça as cintas fitness, modeladoras, calcinhas e faixas que vão manter tudo no lugar.

Comida japonesa: como comer sem chutar o balde e sair da dieta. Dica da Nutri Melina Aniquini.

setembro 4, 2013 in Notícias

Atualmente, a comida japonesa é muito popular, não apenas pela sua apresentação e sabor, mas também por ser considerada uma comida muito saudável.

Uma das características da cozinha japonesa consiste no preparo dos ingredientes de modo a conservar seu frescor e realçar seu aroma e sabor, inclusive conservando suas cores naturais.

A dieta japonesa é muito saudável, pois contém todos os nutrientes necessários em uma refeição e possui alguns alimentos com propriedades muito benéficas ao organismo. Exemplos desses alimentos:

*O peixe é uma excelente fonte de ômega 3, um tipo de gordura benéfica para o coração, que reduz o colesterol e a pressão arterial.

*A alga possui vitamina C, importante para potencializar o sistema imunológico.

*O gengibre utilizado para tempero tem forte atividade antioxidante (que combate o envelhecimento das células).

*A soja reduz os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue, evitando o acúmulo de placas de gordura nas artérias.

*Os cogumelos têm ácido glutâmico que auxilia também o sistema imunológico.

*O chá verde ajuda no bom funcionamento digestivo.

*Além do grande número de hortaliças usadas, cujas fibras presentes trazem muitos benefícios à saúde.

Depois de saber todos esses benefícios, a dica da nutri é: renda-se à Culinária Japonesa!

Dica enviada pela Nutricionista Melina Aniquini
CRN/3-22969
www.facebook.com/#!/melina.aniquini